Salvando o Planeta – Inpakt.com

on May 5, 2010 in | 7 Comments

Ter vontade de mudar o mundo pode ser mais do que apenas um bom princípio. Bernardo Macedo deitou mãos à obra e criou uma comunidade de voluntários através da internet.

Cheio de sonhos na cabeça, Bernardo Macedo, 26 anos, acorda todas as manhãs com o firme propósito de os tornar mais reais. Quando lhe perguntam a profissão, não hesita em responder: “Sou empreendedor social!” À cara de estranheza com que as pessoas dos guichés de informações lhe respondem, costuma acrescentar uma definição própria: “Um empreendedor é um indivíduo que tenta fazer evoluir o mundo; um empreendedor social é um indivíduo que tenta mudar o mundo no sector da responsabilidade social”. Fornecidos os devidos esclarecimentos, Bernardo Macedo fala-nos do seu mais recente projecto com o entusiasmo próprio dos inconformistas por natureza.

[DDET LER MAIS]

O Inpakt.com é uma comunidade online que faz a ponte entre pessoas que estejam interessadas em fazer voluntariado e instituições de solidariedade. Trata-se de uma rede social virtual, como o Hi5 ou o Facebook, onde qualquer pessoa pode inscrever-se gratuitamente, colocar uma fotografia e falar dos seus principais interesses na área do voluntariado. Para que o gestor da informação possa satisfazer todos os interesses dos inscritos, o voluntário deve ainda indicar a sua área de residência e responder a algumas questões relativas às suas preferências: trabalhar com crianças, idosos ou portadores de deficiência; ser animador, auxiliar no transporte de pessoas ou mercadorias…

A inscrição no site, segundo Bernardo Macedo, é simples: “Um potencial voluntário cria uma conta no Inpakt.com e pode logo inserir a sua localização geográfica em cartografia digital. Depois de efectuar uma pesquisa na base de dados das instituições inscritas, pode seleccionar um raio de acção”. Posteriormente, segue-se o processo de selecção: “Para não violar a privacidade das pessoas, serão apenas contactadas aquelas que pedirem para realizar uma acção de voluntariado numa determinada instituição de solidariedade”. Assim, o processo parte sempre do voluntário e nunca da instituição, o que constitui uma garantia de confidencialidade. Até ao momento, a plataforma conta já com 3500 potenciais voluntários e 20 instituições inscritas. O começo parece auspicioso, mas Bernardo Macedo tem outras ambições: “Quero mais, muitas mais instituições registadas. Gostava de conseguir as 250 mil instituições que há em Portugal. Sei que se encontram sozinhas, sem apoio de ninguém e sem capacidade para publicitar o seu trabalho”.

Para o criador deste projecto, a sua grande mais-valia é a mesma de qualquer rede social: a troca de informação entre pessoas que partilham um interesse genérico. “Como humanos, não conseguimos viver sozinhos e temos aprendido uns com os outros desde há milénios. As redes sociais contribuem para essa partilha de conhecimento.” Na sua opinião, as redes sociais online não fogem à regra: “A única diferença é que os contactos físicos foram substituídos por contactos virtuais, à distância de um clique”. Será este o futuro do voluntariado? Para já parece a solução indicada para todos aqueles que sempre pretenderam ajudar quem precisa, mas nunca souberam como fazê-lo.

www.inpakt.com

[/DDET]

Por Ana Catarina Pereira

Leave a Reply

Arquivos

Pub.

Oliveira da Serra TAP Campanhas

 

A decorrer

UP Eventos

«   /   » / Stop / Start

web design & development 262media.com

A UP Magazine colocou cookies no seu computador para ajudar a melhorar este site. Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.