Lisboa na TIME

on May 22, 2012 in | No Comments

A revista norte-americana TIME passou por Lisboa e rendeu-se “à cidade branca imponente”. Tanto que publicou um artigo intitulado “Quatro horas em Lisboa” que começa assim: “De excêntricas livrarias, a coloridos mercados de rua e magníficos monumentos (…)é surpreendente o que se pode ver e fazer em Lisboa”. A partir daí desvia-se um novelo de um sem-fim de coisas para fazer em Lisboa, numa tarde ou numa manhã. Dê corda aos sapatos e apanhe esta boleia: passeie no Chiado, fotografe Fernando Pessoa na esplanada da Brasileira e tome um café no Quiosque da praça Camões, depois siga para o Bairro Alto e faça um pitstop no Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto. Volte à praça Camões, apanhe o eléctrico 28, que “mesmo que esteja à pinha é um must”, e vá em modo montanha-russa pelos bairros e vielas típicos da cidade. Pare no miradouro da Graça para ver a vista e mate a fome com um pastel de nata, o doce oficial de Lisboa. Se a passeata calhar a uma terça-feira ou a um sábado, veja o que há de bom no meio da quinquilharia na Feira da Ladra e depois desça pela Mouraria de volta ao centro. Volte a subir, desta vez até à Sé e passe pelo Pois Café, só depois tem ordem para descer por Alfama até à beira rio com escala no Museu do Fado. Apanhe um táxi e vá pela beira-rio até Belém, se lhe apetecer pare no Museu do Oriente, “que é quase como ir até Goa ou Macau”, ou na livraria Ler Devagar, na LX Factory. Em Belém conheça os cantos ao Mosteiro dos Jerónimos, monumento do século XVI de estilo manuelino – um estilo que é nosso e só nosso! –, testemunho das epopeias marítimas dos nossos navegadores que foram à descoberta do mundo. O périplo acabará em beleza se apanhar um ferry para a outra margem do Rio Tejo e ficar a ver o recorte da bela Lisboa iluminada pelo sol poente à beira rio num dos cafés de Cacilhas, o café Ponto Final é a escolha da TIME.

 

Arquivos

Pub.

Oliveira da Serra TAP Campanhas

 

UP Eventos

«   /   » / Stop / Start

web design & development 262media.com

A UP Magazine colocou cookies no seu computador para ajudar a melhorar este site. Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.