Navegar é preciso

on Sep 3, 2019 in Piloto Automático | No Comments

Miguel Laffan, um dos chefs Michelin do programa da TAP Taste the Stars, está de volta. Agora no Estoril, no restaurante Atlântico.

As passagens por Espanha, França e Brasil, e Madeira e Alentejo – onde arrecadou uma estrela Michelin –, são parte do perfil de Miguel Laffan, e as suas incursões no mundo da gastronomia refletem-no, notando- -se principalmente a raiz francesa. Começou a carreira na Fortaleza do Guincho, em Cascais, e, depois de ter trabalhado em alguns dos melhores restaurantes franceses, foi na Madeira que desbravou a culinária de autor. Com o estrelado Benoît Sinthon e mais tarde a solo, idealizou pratos na Casa Velha do Palheiro (Funchal), entre outros restaurantes, e levou a sua cozinha a um nível superior. Quando voltou ao continente assumiu os fogões do L’AND Vineyards, em Montemor-o-Novo, obtendo a estrela do famoso guia de restaurantes.

Agora regressa às origens, ao lugar onde nasceu e cresceu. Filho de mãe inglesa e pai português, viveu na Areia, a dois passos da Praia do Guincho, e neste momento reinventa-se no Miguel Laffan at Atlântico Bar & Restaurante, no Estoril. Uma localização rica pela vista de primeira linha sobre a baía e o horizonte que se perde entre as embarcações que vêm do oceano para o rio Tejo. O restaurante faz parte do Hotel InterContinental Cascais-Estoril. Possui dois espaços, um deles exterior, com generoso deck em madeira. Se for caso disso, o balcão no final da esplanada, recheado de bebidas escolhidas a dedo, transforma o restaurante em bar.

A carta é “Laffan”, com a tendência mais recente do chef para produtos frescos do mar, sem esquecer a cozinha contemporânea. Os pratos são essencialmente portugueses mas o twist reconhece-se. Os sabores e combinações de sempre tornam-se em novos paladares e ligações improváveis. Sente-se isso no tártaro de atum, tosta de abacate e tomate cherry; no robalo de linha com mexilhão, alho francês e creme de champanhe e açafrão; ou no peito de pato corado com citrinos asiáticos, risoto de foie gras e beterrabas aciduladas. Também há outros risotos, com a elegância, por exemplo, de um de espargos verdes com parmesão de 12 meses. Na carta de vinhos (mais de uma centena de referências, incluindo champanhes e espumantes) quase se dá a volta ao mundo. Em 2019, Laffan completa 40 anos, e promete muitas novidades a caminho.

estorilintercontinental.com

 

por Augusto Freitas de Sousa

Arquivos

web design & development 262media.com

A UP Magazine colocou cookies no seu computador para ajudar a melhorar este site. Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.