Lisboa com elétricos

on Jun 1, 2019 in Aterragem | No Comments

Bom: Lisboa

Melhor: com elétricos

Para além da proximidade do mar, da ponte, da simpatia e das colinas, Lisboa tem em comum com São Francisco os carros elétricos, meio de transporte sustentável e cheio de charme. A Carris, empresa proprietária, nasceu no Rio de Janeiro em 1872, “fruto da vontade dos irmãos Luciano e Francisco Cordeiro de Sousa, que fundaram a Companhia Carris de Ferro de Lisboa, empresa que pretendia implantar na capital portuguesa um sistema de transporte do tipo americano – carruagens movidas a tração animal deslocando-se sobre carris”, escreveu Nysse Arruda no livro A Beleza de Lisboa – Eléctrico 28 (Imprensa Nacional – Casa da Moeda/Carris, 2010), uma viagem na história. Vários anos, quilómetros e percursos depois, os elétricos continuam a ser um dos ex-líbris da cidade, e o 28, que faz sete quilómetros do bairro da Graça aos Prazeres, é o mais emblemático. O Museu da Carris, em Alcântara, é o sítio certo para conhecer o passado, o presente e o futuro desta bela história.

museu.carris.pt

 

por Paula de Oliveira Ribeiro

Arquivos

web design & development 262media.com

A UP Magazine colocou cookies no seu computador para ajudar a melhorar este site. Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.