Hotéis em Nantes

on May 1, 2014 in Partida | No Comments

Chaminés, quartos de artista, com restaurantes, ou pertencendo às grandes cadeias hoteleiras, em Nantes não faltam propostas para dormir o sono dos justos.

Ville Cheminée
www.nantes-tourisme.com \\\ €95 a €115€

Ville Cheminée

A Vivenda Chaminé de Tatzu Nishi só tem um quarto, mas é uma intervenção única, que de algum modo resume a filosofia Estuaire. Veio anichar-se no meio de nenhures, num pequeno recanto de um vasto paraíso ornitológico, que é paisagem protegida, mas que convive desde os anos 70 com uma colossal central térmica, ocupando nada menos do que cem hectares. Tatzu Nishi decidiu apostar no paradoxo e fez construir uma torre em betão de 15 metros de altura, que reproduz na perfeição as altas chaminés da central, mas com uma pequena casa de campo dos mesmos anos 70 (e é lá que está instalado o dito quarto) colada por cima. Fala-se em derivação de Júlio Verne, em fantasia surrealista e em choque visual – em qualquer caso é o tipo de hospedagem insólita onde é obrigatório sonhar, até de olhos abertos.

::

Château du Pé
www.chateaudupe.fr \\\ €80 a €120

Château du Pé

Os Quartos de Artista do Château du Pé também puxam pela fantasia, mas apelam mais ao inconsciente. Tudo se passa num castelo particular do século XVIII, situado numa pequena colina sobre um lago e emoldurado por sete hectares de bosques. Foi adquirido e restaurado pela comunidade de Saint-Jean-De-Boiseau, que requereu a intervenção do projeto Estuaire tendo em vista a sua parcial reconversão em hotel. Daí resultaram cinco quartos e uma suite, cada um assinado por uma parelha de artistas, todos muito diferentes, mas todos surpreendentes e um pouco inquietantes. De um quarto povoado por insetos embalsamados a um quarto vazio de escritor(es), onde só há uma cadeira, mas muitas prateleiras por abrir, passando por uma lareira construída em madeira e um ninho de amor com as paredes decoradas com figuras em gestação relevadas.

::

La Mare Aux Oiseaux, Ilha de Fédrun
www.mareauxoiseaux.fr \\\ A partir de €160

La Mare Aux Oiseaux

O guia Michelin fala em poesia e liberdade a propósito da cozinha decididamente inventiva do chefe Eric Guerin. Claro que a base das suas criações são os produtos regionais – e Guerin está mesmo a converter-se num embaixador da região com aparições regulares nos media franceses –, mas o que torna a sua cozinha tão especial são as fusões inesperadas, em particular com sabores orientais. É precisamente este o tipo de equação em jogo no hotel de charme que foi crescendo em torno do restaurante, na Ilha de Fédrun, coração de La Briere. Se por fora o casario esparso em nada destoa das habitações tradicionais com os seus vistosos telhados de colmo, já por dentro ecoam mobílias de outros pântanos, que tanto podem ser os do Luisiana, como os do Vietname.

::

Hotel de Sozo, Nantes
http://sozohotel.fr \\\ A partir de €109

Hotel de Sozo

Colada ao romântico Jardim das Plantas, em pleno centro histórico de Nantes, há uma capela do século XIX meticulosamente devolvida ao seu brilho original. Isto por fora, porque por dentro o antigo lugar de culto foi remodelado por completo para acolher um luxuoso boutique hotel. Deste encontro entre arquitetura histórica e design hoteleiro resulta um hall de entrada com 17 metros de altura, que respeita o claustro da capela e conserva os seus vitrais, agora mobilado com peças de autor (Arad, Eames, Panton, Stark) e suplementado de avançados em inox nos pisos superiores. Daqui resulta um alucinante jogo de espelhos e de estilos, repercutido nos quartos modernos, mas emoldurados por vitrais antigos.

::

Radisson Blu, Nantes
www.radissonblu.com \\\ A partir de €119

Radisson Blu

Aparentado com o Hotel de Sozo no conceito, mas em versão grande hotel de família e de negócios, o Radisson Blu ocupa o monumental Tribunal de Nantes, que entrou em funções em 1851 e só veio a ser encerrado no ano 2000. Agora, é mais luxo palaciano em versão futurista. A reconversão devolveu a fachada neoclássica ao seu esplendor original, mas com um ultramoderno design de interiores com chancela de Jean-Philippe Novel, combinação galardoada pelos Prémios Europeus da Hospitalidade, no ano passado.

::

Relais Thalasso, Baie de la Baule
www.thalasso-tourelles.com \\\ A partir de €152

Relais Thalasso Baie de la Baule

Estância balnear na ponta sul da baía de Baule, Pornichet ficou na moda quando ir a banhos se tornou chique na Paris do início do século XIX. Dessa época de glória conservam-se mais de 60 vivendas pitorescas, na maior parte fantasias ecléticas, incluindo o Castelo das Torres, antiga colónia de férias do parisiense 12 ème arrondissement. Desocupado e decadente, foi comprado pela família Phélippeau, que em 2012 o converteu num hotel de luxo com anexos envidraçados. Os tratamentos com água do mar são o principal, mas não o único, chamariz numa unidade hoteleira requintadíssima, desde a decoração orgânica dos espaços comuns, à cozinha, saborosa mas saudável, passando pelos avantajados balcões sobre o mar.

::

La Demeure, Saint Fiacre
www.lademeure.fr \\\ €122

La Demeure

Thomas Alperstedt deixou a Alemanha de Leste pouco depois da queda do Muro de Berlim. Esteve cinco anos na República Dominica e, vá-se lá saber porquê, no capítulo seguinte, desembarcou na zona vitivinícola demarcada que se estende ao sul de Nantes. Mais precisamente na aldeia de Saint Fiacre sur Maine, onde remodelou uma casa rústica toda em blocos pedra. É aí que vive e aluga três quartos decorados com peças recolhidas nas suas constantes viagens, desde os quadros naïfs brasileiros aos porta-chaves de missangas sul-africanos, passando pelos espelhos coreanos com capas do Tintim. Thomas gosta de cavalos, mas não há muita distração em Saint Fiacre. Garantido é que o anfitrião não fica a olhar para o relógio quando recebe hóspedes.

por Luís Maio

Arquivos

web design & development 262media.com

A UP Magazine colocou cookies no seu computador para ajudar a melhorar este site. Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.