Cataplana & Uni

on Jan 1, 2017 in Embarque Imediato | No Comments

CATAPLANA

Cataplana

Da cataplana, espécie de panela de pressão ancestral, sabemos que era utilizada no século XVI, quando o grande cozinheiro renascentista Bartolomeo Scappi a mostrou em ilustrações na sua Opera dell’Arte del Cucinare, publicada em 1570. Chamava-se então “conserveira” e foi o gastrónomo português Virgílio Nogueiro Gomes (virgiliogomes.com) quem há pouco tempo detetou aquela origem do instrumento. A cataplana é icónica na cozinha portuguesa, muito cara à culinária do Algarve para cozinhar peixes e mariscos: veja-se o belo receituário no livro Cataplana Experience (Assírio & Alvim, 2009) de Fátima Moura, com alguns dos melhores chefs portugueses. Como a cataplana se fixou no Algarve não é sabido, mas há mais de meio século existia também no centro e norte de Portugal, ali conhecida por “prussiana”, preferida pelos caçadores pela portabilidade – experimente-se a “perdiz na prussiana” no recente Na Cozinha de Miguel Castro e Silva (Augusto Freitas de Sousa, Lua de Papel, 2016). A bela cataplana que aqui mostramos é fabricada pela Lusian Coppers, existe em diâmetros de 21 a 36 centímetros e é feita em cobre martelado.

lusiancoppers.com \\\ cataplana.com \\\ €29,50 – €74,55

::

UNI

uni

Ao longo da costa de Portugal abunda o Paracentrotus lividus, o ouriço-do-mar mais comum no país. É um bicho basicamente herbívoro, e muito saboroso: começa a ser frequente na gastronomia nacional e é muito apreciado em França e no Japão, destinos de exportação. É apanhado entre o final do outono e o começo da primavera. O designer Paulo Reis guarda rica memória de petiscá-lo com a família durante a infância nas praias da Ericeira, um pouco a norte de Lisboa. Essa lembrança levou-o a conceber o Uni (“uni” é a palavra japonesa para ouriço-do-mar), peça decorativa que tanto evoca as “picadelas” da vida como o prazer gerado pelo consumo gastronómico do Paracentrotus lividus. O objeto é composto por 365 espinhos em madeira, aplicados um a um, à mão, com acabamento em óleo de teca (uma árvore asiática), cujo aroma “realça a beleza do objeto e aproxima-o, tanto quanto possível, do ser vivo”. O Uni pode ser adquirido nos hotéis Vila Galé em Lisboa, Cascais e Ericeira, ou no respetivo website.

uni.ourico.pt \\\ €56

por João Macdonald

Arquivos

web design & development 262media.com

A UP Magazine colocou cookies no seu computador para ajudar a melhorar este site. Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.